sexta-feira, 15 de julho de 2011

Aposentados e pensionistas recebem reajustes atrasados a partir de outubro

Quase metade dos aposentados, vai receber agora, mas tem uma longa fila de espera. A dívida vai ser paga em três anos, até janeiro de 2013.

No Brasil, milhares de aposentados já podem fazer as contas. Os reajustes atrasados começam a ser pagos em outubro. Quase metade dos aposentados, vai receber agora, mas tem uma longa fila de espera. A dívida vai ser paga em três anos, até janeiro de 2013. Em compensação, se é que pode servir de consolo, vai ser paga em uma parcela única e corrigida.
Ao todo, 131 mil aposentados e pensionistas vão receber os valores atrasados de uma só vez.
A Justiça reconheceu que eles contribuíram com base em salários maiores e tiveram os benefícios limitados pelo teto da Previdência de forma equivocada.
O pagamento dos atrasados vai custar R$ 1,7 bilhão. Para diminuir o impacto nas contas da Previdência, o governo decidiu dividir aposentados e pensionistas em grupos e vai pagá-los em quatro datas diferentes, que variam de acordo com a quantia que cada um vai receber. Os valores menores vão sair primeiro.
“Aqueles que têm uma menor quantia a receber são aqueles que têm mais necessidade de receber esse pagamento”, afirmou o ministro da Previdência, Garibaldi Alves.
Restituições de até R$ 6 mil vão ser liberadas dia 31 de outubro para 69 mil pessoas. Para quem vai receber entre R$ 6.000,01 e R$ 15 mil, a data é 31 de maio do ano que vem. Dívidas acima de R$ 15 mil e até R$ 19 mil serão pagas em 30 de novembro do ano que vem. Já créditos superiores a R$ 19 mil só vão sair no dia 31 janeiro de 2013.
Aposentado há treze anos, Anísio de Souza ficou feliz com a notícia. Ainda não sabe quanto vai receber, mas já faz planos. “Primeiro, pagar as dívidas e depois, quem sabe, trocar de carro, fazer alguma coisa melhor, dar uma melhorada na residência”, comenta.
Além do pagamento dos atrasados, o INSS também vai reajustar o valor dos benefícios pagos aos aposentados e pensionistas que foram prejudicados com a mudança no teto da Previdência.

fonte bom dia brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário